domingo, 12 de março de 2017

Pienza, a terra do queijo pecorino

Pienza, um antigo  borgo medieval transformado em cidade renascentista, localizada na esplêndida região da Val D'Orcia. Essa descrição bastaria para entender porque a cidade natal do Papa Pio II, ao sul de Siena, foi a base que escolhi para percorrer o interior da Toscana. Já escrevi aqui o post sobre nosso lindo hotel na cidade. Veja aqui http://lugaresearomaspelomundo.blogspot.com.br/search/label/Pienza%2FToscana?m=0  

                 
Eu escolhi Pienza por sua proximidade com Montalcino, Montepulciano, San Quirino e Siena. Muitas pessoas preferem ficar em Siena e dai percorrer a Val D'Orcia, o que não é má ideia, já que Siena fica estrategicamente próxima também a Florenca, à SAN Gimignano, além das cidades do Chianti. E por que não escolhi Siena ? Porque eu queria vivenciar a Toscana genuína, a Toscana Medieval, dos campos, dos ciprestes, em um hotel/agriturismo que me oferecesse essa experiência. Sim, ao redor de Siena existem muitas opções de agriturismo, mas eu escolhi Pienza, e a escolheria um zilhão de vezes.

Eu me apaixonei por aquelas janelas enfeitadas com flores, por aquela vista dos campos da Toscana, pelas pitorescas lojas de produtos locais, dá vontade de trazer a Itália na mala. Eu quase trouxe. 


 


 


 


 

Não tem roteiro, apenas se perca pela Via dell'Amore, Via della Fortuna, Via del Bacio, se perca na vista esfuziante do mirante da cidade. Ande, ande, respire aquele perfume dos campos, descubra cada ruela, cada uma delas dará em algum cantinho encantador, ouçam os sinos que batem fazendo o tempo parecer parar. 

 


 

 


 


Eu disse que era a terra do queijo pecorino ? Pois faça um favor a você , traga todos quantos puder, de todos os sabores, tradicional, trufado ( O melhor !!!! ), com nozes, com pimenta .... entre em cada lojinha, deguste, acompanhe um vinho, acrescente azeite ( trufado de preferência ) e se joga !!!! Por fim traga na mala um pouco dos sabores que só a Itália tem. 

 

 

Onde comer ? Escolhi o Trattoria la Chiocciola, não fica no centro do borgo, mas é fácil de encontrar. 
Aliás, comemos lá dois dias de tanto que gostamos. Pedi uma massa ao tartufo muito bem acompanhada de uma/S taça/S de Brunello, que aliás foi o acompanhamento de toda a viage. Ah, Marcos na sua missão de escolher a melhor da Itália, foi de pizza e..... Brunello, obvio ! 

 

 


 

Endereço : Via Mario Mecantelli, 2 , 53026, Pienza, SI, Itália. 
www.trattorialachiocciola.it 

Última dica, visita à cidade de San Quirico d'Orcia, bem ali pertinho. É na estrada que liga Pienza a San Quirino que você terá a imagem da silenciosa, solitaria e linda Capella della Madonna di Vitaleta.  Ela fica muito próxima a San Quirico d’Orcia. O ponto de referencia que peguei para chegar até lá foi uma variante da Strada Provinciale di Chianciano, que liga San Quirico de Val d’Orcia a Pienza. 

         Madonna di Vitaleta 
 

 

No alto de uma colina lá está ela, reinando solitária entre ciprestes. Fiquei ali sentada, olhando ao redor, apenas agradecendo. Mentira! Pedi, pedi muito para voltar logo, o meu coração já era todo da Itália. 

 

E como sempre gosto de me despedir com uma imagem que represente o quis passar no post, aqui vai a que representa a pequena Pienza 

 

Alla prossima amici!!!! 

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Onde comer tiramisù em Roma

Hoje me bateu saudade do meu doce preferido, o italianissimo tiramisù, e resolvi dividir aqui dois enderecos fantásticos em Roma. 

Eu viajei para Itália com a intenção de provar tantos fossem possíveis, e o fiz, mas dois lugares eu diria que não podem faltar na lista dos amantes da combinação perfeita entre mascarpone, açúcar e café. 

O primeiro é o ZUM, uma portinha pequenina no Campo di Fiori, que esconde sabores inimagináveis dessa sobremesa.  Não é facílimo de encontrar, mas como referencia, fica próximo a piazza del teatro di Pompeo. 

O paraiso onde você encontra do clássico a picolé de tiramisù, receitas sem glúten, sem lactose e light. Tiramissu light? Quem se arrisca ? 


Os preços vão de 1,80 Euros o mini, a 4 EUROS  porção maior. O mini é legal para levar para o hotel e experimentar vários sabores. O de pistache, supimpa!!! Para quem ama pistaches, a combinação com mascarpone ficou no ponto. 


Ainda  não me perdoo por não ter provado o cookie, eu sou apaixonada por cookie mas não deu para provar tudo, fica a dica para quem for. Me contem depois. 


    


O outro é mais conhecido, com certeza se você está com viagem marcada a Roma, já ouviu falar do POMPI. 


Localizado em um quadrilátero disputadíssimo pelos turistas, pertinho da Escadaria di Spagna, em um reduto repleto de cafeterias charmosas, incluindo o Antico Caffè Greco - que eu recomendo uma parada, nem que seja para um café no balcão, o local é tradissionalissimo, lindo e serve um café delicioso. 


                Caffè Greco 

 


 



Voltando ao Pompi, fica na Via della Croce, a poucos passos do Panificio Guerra, outra portinhola famosa por servir uma boa massa a preço excelente. 


O combo Panificio Guerra + Pompi é uma boa pedida, mas eu repetiria o Pompi, mas não o P. Guerra. Por que ? Porque comi massas bem melhores em Roma. A de lá achei boa, preço justíssimo, 4 EUROS - acreditem! - mas nada demais. Se for para um almoço corrido, tá valendo. E foi por essa mesma razão que o escolhemos, em meio a um dia apertado do roteiro. Zero glamour, é comer em pé ou sentado na calçada.  Do contrário, pularia o P. Guerra, indo direto para o Pompi e arremataria com um café no Antico Caffè Greco. 

Nosso roteiro mais eclético impossível, foi do almoço na calçada para o glamour dos Salões do Antico Caffè Greco. 


                              Panificio Guerra 

 



                                 Caffè Greco 

 


Sobre o tiramisù ? Receita clássica, perfeita, parece um algodão doce de tanto que derrete na boca. Lá eu fui apenas no clássico, mas os sabores são bem variados também. 


                           Sabores do Pompi 

 


 


 



E aí ? Alguém mais amante do tiramisù ?